Postagens populares

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Minhas Janelas



 
Esta é a janela de minha saleta


A mesma janela em outro momento
>
Janela do consultório de meu irmão...é aí que passo as minhas manhãs
E como não se vive sem sonhos, esta é a janela dos meus sonhos...E um poema de Cecília Meireles para adoçar a nossa manhã chuvosa...
A arte de ser feliz


Houve um tempo em que minha janela se abria
sobre uma cidade que parecia ser feita de giz.
Perto da janela havia um pequeno jardim quase seco.
Era uma época de estiagem, de terra esfarelada,
e o jardim parecia morto.
Mas todas as manhãs vinha um pobre com um balde,
e, em silêncio, ia atirando com a mão umas gotas de água sobre as plantas.
Não era uma rega: era uma espécie de aspersão ritual, para que o jardim não morresse.
E eu olhava para as plantas, para o homem, para as gotas de água que caíam de seus dedos magros e meu coração ficava completamente feliz.
Às vezes abro a janela e encontro o jasmineiro em flor.
Outras vezes encontro nuvens espessas.
Avisto crianças que vão para a escola.
Pardais que pulam pelo muro.
Gatos que abrem e fecham os olhos, sonhando com pardais.
Borboletas brancas, duas a duas, como refletidas no espelho do ar.
Marimbondos que sempre me parecem personagens de Lope de Vega.
Ás vezes, um galo canta.
Às vezes, um avião passa.
Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino.
E eu me sinto completamente feliz.
Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas,
que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem,
outros que só existem diante das minhas janelas, e outros,
finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim.
Cecília Meireles

9 comentários:

lenalima disse...

Oi querida leninha! não conhecia esse seu kantinho , adorei.
linda postagem sobre as janelas, adoro esse poema.
também já fiz uma postagem "janelas"
aqui :http://enkantosdalena.blogspot.com.br/search/label/janelas
essa imagem da foto é a vista da sua casa??
amei!
bom dia! bjsss

Imac by Artes disse...

Leninha querida!
Lindas demais as imagens e o poema.
Janelas pra mim são significativas...
amo contemplar a natureza por elas!
Abraços! Uma semana abençoada e muito feliz pra ti.

Obrigada amiga pela sua amizade e carinho no meu cantinho.

Beatriz Bragança disse...

Então quero vê-la muito alegre,pois adorei novamente a foto de fundo deste seu blog que eu ainda não conhecia. As fotos que colocou são maravilhosas e,se quiser, pode transformar a janela da sua saleta na dos seus sonhos( a menos que viva num local muito alto.) Também gostei muito do arranjo floral que colocou sobre e sob a janela da sua saleta.Continue a deliciar-nos com suas fotos.Eu ficarei muito grata.Um abraço da Beatriz

Malu disse...

E por entre tuas janelas pude ver e sentir a FELICIDADE!!!
Um grande abraço!!!

✿ chica disse...

Que lindo texto e essas janelas são maravilhosas!Adorei! beijos,tudo de bom,chica

manuela barroso disse...

As tuas janelas e as janelas de Cecília M. E tudo é visto conforme as janelas que se tem na alma e que os olhos lêm.
E das tuas janelas vejo a paisagem de que falas, o verde que te rodeia.
São umas fotos muito intimistas!
Mais um pedacinho do teu céu
terno abraço Leninha

manuela barroso disse...

...e pensei que ainda estarias à janela para te ver...
Mas valeu a pena ver de novo as tuas janelas como moldura da "Leninha"!
Bom fim de semana querida
mui, mui bjis

Túlia Catalão disse...

E desci mais um pouco.
Encantei-me com estas janelas maravilhosas e foi tão bom ver mais de perto um pouco da nossa Leninha!
Bjis

Maria Luiza disse...

Leninha, esta crônica de Cecília Meireles é meu escrito preferido. quando estudante, cheguei a decorá-lo, tal era a minha paixão. Havia também um ovo de louça azul e mais coisas que já se perderam na minha memória,porém a emoção continua forte quando me deparo com essa crônica! Beijão!